Zenha Clinic Blog

Saúde Oral

foto_14

O que é o Cancro Oral?

O cancro da cavidade oral e da orofaringe é o 6º cancro mais comum no mundo e está classificado como o conjunto de tumores malignos que surgem na cavidade oral, lábios e/ou garganta, incluindo as amígdalas e faringe. As localizações mais frequentes são o pavimento da boca (mucosa sob a língua), bordo lateral da língua e palato mole.

O cancro oral surge mais frequentemente em homens após a 4ª década e o consumo de tabaco representa o principal fator causal do cancro oral, especialmente quando associado ao consumo excessivo de álcool. Aproximadamente 80% dos doentes diagnosticados com cancro oral têm historial de tabagismo, portanto, indivíduos fumadores apresentam um risco 5 a 7 vezes superior de desenvolverem esta patologia quando comparados com não fumadores.
O diagnóstico tardio é, em grande parte, responsável pelo elevado índice de mortalidade. Cerca de 6 em cada 10 doentes morrem nos 5 anos após a data do seu diagnóstico. Assim, com a deteção precoce e tratamento oportuno e adequado a taxa de sobrevivência a 5 anos poderá aumentar.
É importante estar atento e saber que o cancro oral pode manifestar-se sob diferentes formas como, por exemplo, manchas brancas ou avermelhadas, massas endurecidas, úlceras ou nódulos persistentes, mobilidade dentária, dor, parestesia (perdas de sensibilidade), dificuldade ou dor ao mastigar e/ou deglutir, halitose, problemas na fala, zonas de crescimento tecidular, gânglios linfáticos aumentados (linfadenopatia), entre outros sinais e sintomas. A maioria das lesões são indolores inicialmente, tornando-se progressivamente dolorosas.

foto_13

O tratamento do cancro oral é realizado com cirurgia e/ou radioterapia, e quanto mais cedo for detetado mais simples e rápida será a recuperação. Deste modo, é vital que se realize um adequado diagnóstico através de exame visual e palpação das estruturas orais e adjacentes (periorais), juntamente com exames complementares tais como radiografias, TAC entre outros. Em casos inconclusivos é aconselhada a realização de uma biopsia
à lesão que permite a confirmação do diagnóstico.

Muitos dos sinais e sintomas do cancro oral são comuns com outras doenças, por isso, é essencial que procure e os descreva ao seu médico de família e/ou médico dentista.

A chave do tratamento é o diagnóstico precoce, assim faça o rastreio e previna o cancro oral. E como fazê-lo? Visite o seu médico dentista pelo menos duas vezes por ano.

Tags

Categorias

Marcar Consulta

MARQUE A SUA CONSULTA DE AVALIAÇÃO